Saúde
  • Betaplast!
    27/07/2016

    O que mais tive vontade de fazer enquanto estive grávida, foi voltar a treinar. Treinar como eu era habituada, claro, é difícil esse recomeço, preciso me programar, e me encaixar nos horários da Maria Júlia, e voltar a entrar em forma! Uma das reações que sinto, além de estar com menos resistência e mais pesada rsrs, são algumas bolhas nos pés!!! 

    Sempre gostei de sair de casa descalça, quando ia correr na areia, quem me acompanha sabe que isso é um dos meus maiores prazeres!

    Mas agora com as bolhas, fica mais complicado, porque fica mais sensível e dolorido! Então tive que procurar algumas soluções e mudar alguns cuidados com meus pés! Recentemente fui a apresentada a marca Betaplast, e é o que tem me ajudado! Eles possuem uma linha completa de curativos, com a mesma tecnologia de curativos de hospital, então pra qualquer machucado, você consegue proteção e aceleramento da cicatrização. Os produtos têm diferentes formatos e tamanhos, e se adaptam a pele para cuidar de forma rápida todos os tipos de ferimentos, o que facilita a maior absorção e a troca do curativo. São resistentes à água e todas as versões da linha duram até quatro dias sem precisar trocar o curativo. Tem até pro rosto, pra quem tiver com aquela espinha incomodando!! Além de secar, dá uma disfarçada! Eu adorei!

     

     image1 (3)

    QUEM QUISER COMPRAR, TEM AQUI! 

     

    #projetocarolbuffara MODE ON!

    Dica boa, tem que ser compartilhada!

     

  • A partir do próximo mês, a Coca-Cola Brasil e a PepsiCo no Brasil deixarão de vender refrigerantes nas cantinas das escolas.

    Será proibido a venda de Coca-Cola, Pepsi, Guaraná Antarctica, Soda, Sukita, Antarctica Citrus, H2OH!, Gatorade e o chá Lipton, ficando à venda somente de água mineral, suco com 100% de fruta, água de coco e bebidas lácteas!

    refri

     

    A iniciativa partiu das empresas, por ser considerado que as crianças não têm maturidade suficiente para tomar decisões de consumo e que, por isso, as fabricantes devem auxiliar a moldar um ambiente que facilite escolhas adequadas.

    Por aqui o #projetocarolbuffara gostou!

  • Determinadas pessoas têm mesmo uma propensão genética a tê-las, mas é possível reverter a situação com bons hábitos alimentares e uma rotina de exercícios minimamente regrada.

    Elas aparecem por conta de uma alteração no tecido gorduroso da pele, provocada por toxinas que não são devidamente eliminadas e acabam acumuladas na corrente sanguínea. Estas toxinas são provenientes de má alimentação e exposição tóxica excessiva (uso de plásticos, papel alumínio, alimentos muito contaminados com agrotóxicos, poluição…), que somadas a problemas circulatórios, fazem com que o sangue não circule adequadamente, afetando o tecido subcutâneo e então o corpo entende que está num processo inflamatório!

    Evidências científicas sugerem que alguns componentes da dieta causem estresse oxidativo, ou seja, formação excessiva de radicais livre, desencadeando consequentemente num processo inflamatório crônico de baixa intensidade.  A ingestão de glicose tem sido associada ao aumento da síntese de compostos que inflamam as células, por isso o consumo excessivo de doces pode piorar consideravelmente o aspecto da celulite.

    CELU

    O que podemos fazer para melhorar?

    Passo 1: faça musculação! O exercicio físico com carga estimula a mobilização da gordura corporal, melhora a flacidez que piora o aspecto da celulite e promove maior sensibilidade à insulina, ou seja, melhora o aproveitamento desse hormônio pelo corpo, que quando liberado em excesso promove maior acúmulo de gordura

    Passo 2: inclua alimentos de ação anti-inflamatória em sua rotina, como: Cúrcuma, que melhora a circulação; Gengibre, que tem ação termogênica, auxiliando na redução da gordura e reduzindo a retenção hídrica; Aveia, rica em silício, melhora a formação de colágeno e melhora a estrutura da pele, amenizando o aspecto da celulite; Própolis, que é um poderoso antioxidante; Pimenta, que tem ação termogênica e age diretamente na circulação.

    Também inclua chás na alimentação

    Centella asiática: melhora a circulação.
    Cavalinha: tem efeito diurético e promove elasticidade dos tecidos
    Dente de leão: reduz a retenção de líquidos.
    Bardana: diurético, propriedades anti-inflamatórias e ajuda no rejuvenescimento da pele.

    Passo 3: tenha um intestino saudável

    Ele é um dos órgãos responsáveis pela eliminação de toxinas, que quando acumuladas pioram o aspecto da pele e das celulites, por isso é preciso que funcione bem diariamente. Consuma fibras e beba bastante água.

    Passo 4: Evite o sal

    Ele aumenta a retenção hídrica e inflama o corpo quando consumido em excesso por alterar o pH sanguíneo.

    Passo 5: Beba água

    Grande parte das toxinas é expulsa do nosso organismo por meio da urina, fezes e suor. Se não houver hidratação suficiente, esses processos ficam comprometidos. A água também proporciona a melhora da circulação sanguínea e acaba prevenindo o aparecimento de celulite.

    dica da minha Nutricionista, Dra Patricia Davidson
    patriciadavidson.com.br

  • Uma das queixas mais comuns é a falta de energia e o cansaço em excesso, que pode ser causado por inúmeras razões como a falta ou o excesso de nutrientes, excesso de metais no organismo, etc.

    Para solucionar quadros como este e outros, faço um rastreamento de saúde e então é possível tratar a raiz do problema com tratamentos específicos aliados à uma alimentação individual, de forma que ela colabore com a estratégia escolhida para tratar.

    CAQUI

    O caqui, por exemplo, é rico em vitaminas com complexo B, fundamentais na geração de energia pelo corpo, ajudando a combater a sensação de cansaço. Ele ainda é rico em betacaroteno, que é o precursor da vitamina A, importante na proteção do sistema imunológico e da saúde dos olhos. Também é fonte de licopeno, antioxidante famoso por prevenir alguns tipos de câncer e tem grande quantidade de fibras, que ajudam na melhora da função intestinal.

    E estamos na época de safra do Caqui, então é a hora de consumi-lo em sucos ou como lanche, mas sempre com a devida instrução de um nutricionista. 😉
    Dica da Dra Patrícia Davidson Haiat
    http://patriciadavidson.com.br/

  • Meu período de gestante já foi, mas vi esse artigo no site da minha nutricionista Dra Patricia Davidson Haiat e achei legal compartilhar com vocês, afinal está cheio de futuras mamães por aqui!!

    Um organismo equilibrado e bem nutrido é fundamental para a mulher que planeja engravidar, pois a gestação é o momento da programação metabólica de um novo ser. Muitas vezes a preocupação só gira em torno do ganho de peso da gestante, mas e a qualidade com o que se ganha o peso?

    nutri

    A mulher pode até apresentar um ganho adequado, porém com uma dieta pobre em nutrientes, que são extremamente importantes para o desenvolvimento adequado do bebê. Veja abaixo o que é fundamental para a saúde das mamães e das crianças:

    O ácido fólico (vitamina B9) presente na couve, brócolis, amêndoas, lentilhas, aveia, na carne e outros, é fundamental principalmente nas 12 primeiras semanas de gestação, pois a sua necessidade aumenta em função da rápida divisão celular. Por isso eles são fundamentais para o fechamento adequado do tubo neural do bebê.

    Já a vitamina D é a aliada para aumentar a imunidade materna, formação óssea do bebê e ajuda a reduzir a possibilidade de pré-eclampsia, resistência à insulina e diabetes gestacional, parto prematuro e raquitismo. Por isso é tão importante manter os níveis adequados ao longo de todo o período através de alimentação adequada, suplementação e exposição ao sol da manhã.

    O iodo também tem papel importante na maturação do sistema nervoso central durante o período gestacional, assim como na lactação. Ele é importante para o crescimento e desenvolvimento dos órgãos da criança. Alimentos como frutos do mar, algas, vagem e agrião são fontes bem ricas.

    O ômega 3, ácido graxo essencial não produzido pelo nosso organismo, também é de extrema importância na formação cerebral, tem papel importante no aprendizado, memória e elevação de QI. Auxilia ainda na prevenção de depressão após o parto.

    O zinco é um importante aliado da imunidade materna e atua no desenvolvimento cerebral do bebê.

    O magnésio ajuda a prevenir a pré-eclampsia e hipertensão gestacional e reduz o aparecimento de câimbras, já que ajuda no relaxamento muscular.

    A colina ajuda no desenvolvimento cerebral fetal e é reguladora da memória e atenção do bebê.

    Fonte: Dra Patricia Davidson
    http://www.patriciadavidson.com.br