• Exercícios físicos na gravidez
    24/11/2015

    Tenho recebido muitas perguntas em relação à pratica de exercícios físicos na gravidez.
    Mas amos por partes…Primeiro de tudo, é importante ressaltar que quem libera a gestante para a prática de atividades físicas é o médico! A partir dessa indicação, todas devem ser incentivadas ao exercício orientado.

    GRAVIDEZ-EXERCICIOS

    Segundo a médica pediatra Luciana Herrero, autora do livro “O diário de bordo da família grávida”, dentre os vários benefícios de praticar exercícios físicos durante a gravidez podemos destacar:

    – Menor ganho de peso
    – Diminuição do risco de aparecimento do diabetes gestacional
    – Regulação da frequência cardíaca e da pressão arterial
    – Melhora da autoimagem da futura mamãe
    – Redução da ansiedade e da depressão pós-parto
    – Melhor preparação para as sobrecargas articulares deste período

    Pois bem, meu ginecologista obstetra recomendou a partir do momento que descobri que estava grávida até a 12a semana, que eu fizesse apenas caminhadas, o que segui rigorosamente.

    Admito que senti muita falta de correr e mais ainda de pedalar, mais pela sensação de bem estar que me gera, ainda mais estando na Itália (onde passei uma temporada no mês passado) que tem umas rotas de ciclismo incrivelmente lindas, mas segui suas recomendações e fiquei quieta. Somente depois da 12a. semana foi quando comecei, devagar, a voltar a fazer atividades como trote na areia e transport.

    Ainda segundo a Dra Luciana, os exercícios recomendados nesta fase são: caminhada, yoga, pilates, musculação, natação e hidroginástica (sempre acompanhados por profissional capacitado). Os exercícios não recomendados são: hipismo, esportes com bola e esportes competitivos que utilizam contato físico com outros participantes.

    “Até o início do século XX, a prática de exercícios físicos durante a gestação era desencorajada. Essa indicação começou a mudar entre 1970 e 1985, quando foram  realizados estudos que não encontraram evidências de prejuízo para a saúde ou qualquer interferência negativa sobre o desenvolvimento do bebê.”

    Hoje recomenda-se que gestantes de baixo risco se exercitem 30 minutos ao dia, de 4 a 5 vezes por semana. O ideal é que sejam atividades de intensidade leve e moderada, ou seja, aquelas que permitam conversar enquanto são realizadas, sem que você fique ofegante.

    Desde que fui liberada pelo médico tenho alternado os treinos. Ex: 1 dia de transport, 1 dia de caminhada, 1 dia trote e caminhada na areia fofa, que faço mais ou menos assim: 1 minuto mais acelerado intercalando com 2 min andando na areia fofa, sempre medindo minha frequência para não ultrapassar o limite de batimentos imposto por ele.

    Ainda quero introduzir aulas de natação na minha rotina, mas confesso que ainda não me organizei quando a isso. Sei que tem gente que não muda os treinos na gravidez, ou por serem atletas ou outros motivos, maassss, não é meu caso. Diminuí bastante o ritmo de treino – não pedalo na rua por conta do risco de queda, por exemplo. Também não corro no asfalto sem o professor junto – mas, como disse outro dia no Instagram, no momento minha propriedade total é estar saudável para a Maria Júlia crescer saudável.

    Vale lembrar que agora mais do que nunca é muito importante seguirmos todas as recomendações médicas, de acordo com cada um.
    Um beijo especial nas mamães e futuras mamães 💙

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>